Arquivos

Archive for the ‘Ifá’ Category

Iniciação


Iniciação de Ifà

 A iniciação no Ile Ifá é determinada pelo Babalawo.

Existem duas formas de iniciação:

 (1) Iniciação Comum = “OMO IFA”

(2) Iniciação para sacerdote = “AWO IFA”

 INICIAÇÃO COMUM

    – é geralmente para a pessoa que não vai tornar-se sacerdote de Ifá, mas precisa de Ifá para mostrar o caminho em sua vida e poderá ser do sexo masculino ou feminino existindo nenhuma discriminação. A iniciação para Orunmila é feita durante o tempo mínimo de 3(três) podendo chegar a até 17 (dezessete) dias, sendo que no terceiro dia (ITA-FA), Orunmila Ifa revela qual o odu da pessoa, que passará a ser um(a) Omo Ifa, e é através deste odu que o babalawo poderá determinar os etutus que esse(a) Omo Ifa, deverá receber além do Oruko (nome) que esta passará a ser chamada.

Obs.: A este tipo de iniciação podem submeter-se todas as pessoas, pois tanto umbandistas, candomblecistas quanto cristãos e muçulmanos, dirigem-se ao Ile Ifa para pedir a iniciação. Estes são iniciados, contudo sem abandonar suas antigas práticas religiosas. Ifa não é preconceituoso e abrange outros grupos sociais, sem desestruturar as suas respectivas linhagens iniciais.

 ASSENTAMENTO DE IFÁ

    Esta pessoa tem acesso a Ifa depois da iniciação através do “Awo Ifá”, ele receberá o Agere Ifá que é o assentamento do Ifa e as orientações a respeito dos Oses que poderão ser semanal, mensal ou anual de acordo ao Odu da pessoa.

 Esu Ifa

    – Ao iniciar, a pessoa recebe também o assentamento de Esu Ifa e é necessário se ter assentado porque Esu é a única entidade (Orisa) que pode ajudar ou prejudicar a pessoa, até o próprio Ifa é alinhado com ele. Depois da iniciação, a pessoa é responsável pelos seus assentamentos individuais e ela poderá cultuá-los sob as orientações do Babalawo.

 INICIAÇÃO PARA O SACERDÓCIO

 AWO IFA

    Para esta iniciação, de qualquer forma, é necessário que se tenha passado primeiro por uma iniciação em Ifa, para que se saiba o caminho da pessoa. Através do odu que sair no ITA (terceiro dia do Ifá) é que se saberá se o (a) Omo Ifa será um sacerdote ou uma sacerdotisa e se assim o for o Babalawo irá orientá-lo(a) no caminho de Ifa, preparando-o(a) para o sacerdócio.

 IPINUDU: é a obrigação feita para Omo Ifa se tornar Awo Ifa, sendo permitido somente aos homens esta obrigação.

 IPINNUDUN AWOLORISA, é a obrigação feita somente por mulheres, Omo Ifa, que serão futuramente Iyalorisa, isso quer dizer que ela vai ter o seu Ile Ifa e somente através do odu que sair para ela, é possível se determinar o Orisa que ela vai ser iniciada. Constatado o nome do Orisa, é que se pode dar o nome de sua casa.

Por exemplo:

 Se o odu dela é ligado a Osun, ela vai ser iniciada na Osun e a casa dela poderá se chamar Ile Olosun.Obs: Ela pode por determinação ou regra da sua casa mandar o filho ou a filha passar ou não por Ifá antes do Orisa. Em nossa tradição não se inicia a outros Orisás sem passar pela iniciação de Orunmila Ifa. Assim, os Olorisas que possuem tal caminho no culto dos Orisas, devem sempre, antes de iniciar seus Eleguns, Yaos, Oyes, Alayan, passá-los pela iniciação do Ifá para poderem obter o Odu individual deste adepto e através do Babalawo serem orientados sobre qual o melhor caminho da iniciação do(s) filho(s).

Igbo Odu e Igbo Ifa

   Igbo Odu (Floresta do Odu)

  O ritual de Igbo Odu (Floresta de Odu) é um importante ritual que a pessoa iniciada em Ifa deverá passar. A pessoa deverá faze-lo para pedir a Odu tudo de bom na vida dela.

O que é Odu?

   Odu é um dos Irunmolés que vieram do Orun ao Aiye na criação da terra. Dentre estes Irunmoles estão Osala, Ogun e Obaluaiye. Odu, um orisa feminino e os itans falam que ela é uma das primeiras mulheres que vieram para Terra. Como os itans também afirmam é a primeira mulher a ter um marido no Orun e no Aiye.

   A história fala para nós que o Odu que saiu para Orunmilá antes de casar com Odu chama-se Obara Meji. “Ore kò gba ele ta, eleji ni ore gbà” – Se Orunmilá casar-se com Odu não poderá casar-se com nenhuma outra mulher, Odu exigiu esta ewo para Orunmilá caso se casasse com ela, mas Orunmilá não conseguiu cumprir esta determinação.

 CUMPRIMENTO NO ILÈ IFÁ

     Quando uma pessoa se torna Babalawo significa que Ifá está encostado nele e é ele quem enfrenta qualquer negatividade que uma pessoa ou “Omo Ifa” carrega, por isto ele merece um grande respeito e não pode ser chamado pelo nome. A partir do momento que ele é preparado para brigar por sua liberdade, ele torna-se seu pai e deve ser chamado de Baba abreviação de Babalawo.

Obs.: Ele não pode ser chamado pelo nome.

Cumprimento no dia a dia:

Baba, Aboru boye

 Tradução:

 Baba, saudação

 Resposta do Baba:

 A boye bosise A gbo a to

 Tradução:

 Tudo de bom pra você, tenha boa saúde e prosperidade.

 (Geralmente com a cabeça no chão).

A boru

 A boye

 A bosise

CategoriasIfá
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.